O fim do Departamento da Qualidade! Por Manoel M. de Souza Araújo

A qualidade é um atributo intrínseco a um produto, processo ou serviço. 
Então, o que faz um departamento da qualidade numa indústria, por exemplo?

ISO 9001:2015 – Qual a diferença entre Competência, Treinamento, Conscientização e Conhecimento Organizacional? Por Manoel M. de Souza Araújo

O que acha de adotar práticas de competência, treinamento, conscientização e conhecimento organizacional numa abordagem que ajude a aumentar a competitividade da organização e não apenas para certificá-la, pois isto desvaloriza a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade.

Como fazer uma auditoria ISO 9001:2015 de alto nível? Por Manoel M. de Souza Araújo

É preciso que os Organismos Certificadores entendam, que fazer uma auditoria robusta na ISO 9001:2015 é bem diferente das auditorias nas versões anteriores, até porque é raro termos auditorias de sistemas de gestão da qualidade de alto nível atualmente.
Desde a versão 2000 por exemplo, a gestão por processos, mal é exigida pelos organismos certificadores e muito menos pelas auditorias internas.
Isto porque, a maioria das auditorias ainda tem a abordagem do “cara x crachá”, ou seja pegar procedimentos e documentos e verificar se as pessoas estão seguindo.

ISO 9001:2015 é incompatível com Padronização de Processos e Burocracia! Por Manoel M. de Souza Araújo

Quanto mais implantamos a ISO 9001:2015 em nossos Clientes, mais enxergamos não só seus benefícios, mas também assimilamos e consolidamos melhor seus conceitos e abordagem de gestão, para que as organizações implementem sistemas robustos e que tragam melhores resultados para o negócio, reduzindo o foco na certificação, embora também seja um objetivo a ser alcançado.