A Melhoria de Processos destruiu a Starbucks? Por James Lawther

James Lawther analisa o fascinante memorando do CEO da Starbucks sobre os péssimas e inesperadas consequências de projetos de Melhoria de Processos.

Mapeamento do Processo, uma abordagem para a Melhoria Contínua por Moisés Calandrin

A verdadeira capacidade do processo só deve ser determinada após o mesmo ter sido otimizado e estabilizado.
Capacidade é a habilidade do processo em produzir produtos dentro dos limites de especificação.
A capacidade do processo é a sua própria variabilidade, depois que este foi otimizado e está sob controle.

Indicadores indicam as dores da empresa por Marcelo A. de S. Rego

O que são os indicadores senão “termômetros” que nos auxiliam na arte de administrar empresas, como bem enfatiza William Edwards Deming, um dos grandes gurus da qualidade, quando nos diz que “o que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”.
Os números muitas vezes assustam as pessoas porque são diretos.  
Apesar de simples, lidar com números, mais precisamente com indicadores, é um desafio para as organizações, especialmente se considerarmos os vícios e problemas que comumente prejudicam este processo.