KAIKAKU: Melhoria Contínua em tempos de crise. Por Arestides de Souza

Hoje é comum ouvir executivos falarem sobre aumentar produtividade, eficiência, reduzir estoques, custos e melhorar atendimento.
Parte da pressão vem das promessas colocadas aos acionistas que em momentos de crise vão além, incluindo prazos como 60 dias, final de 2015 ou início de 2016.
Para atingir os objetivos e as metas prometidas é preciso uma mudança de atitude dos gestores das empresas.
As premissas estabelecidas na Melhoria Contínua são um meio de atenderem as necessidades e expectativas caso contrário, a empresa corre o risco de perder competitividade no mercado que atua.
E o que deve ser feito? Realizar 5S, grupos Kaizen, TPM e outras atividades são práticas utilizadas na implantação de uma filosofia de Melhoria Contínua.

Qualidade Total: conceito antiquado ou necessidade atual? Por Aníbal Haib

Neste início de século, uma coisa fica clara: na política, nos negócios e na convivência entre as pessoas, não há mais lugar para truques, meias verdades e improvisação.
O brasileiro recupera princípios esquecidos, exige honestidade, participa mais de perto dos problemas que afetam o país.
O consumidor exige qualidade e faz valer seus direitos.