Segurança Alimentar: BPA, BPF e HACCP, seus pilares por Raúl Sejzer

A Segurança Alimentar é uma garantia de que os alimentos em analise não causarão dano ao consumidor quando são preparados e/ou consumidos de acordo com o uso para o qual foram produzidos.

A segurança dos alimentos é uma responsabilidade compartilhada por todos os elos da cadeia agroalimentar. Existem duas ferramentas básicas que garantem a obtenção de produtos seguros para o uso humano desde o início da cadeia alimentar: as BPA e as BPF.

Inocuidad Alimentaria: BPA, BPM y HACCP, sus pilares por Raúl Sejzer

La Inocuidad Alimentaria o Seguridad Alimentaria es una garantía de que los alimentos bajo análisis no causarán daño al consumidor cuando se preparen y/o consuman de acuerdo con el uso para el que fueron producidos.

La inocuidad de los alimentos es una responsabilidad que comparten todos los eslabones de la cadena agroalimentaria. Existen dos herramientas básicas que garantizan la obtención de productos inocuos para uso humano desde el comienzo de la cadena agroalimentaria: las BPA y las BPM.

Falando de Food Safety: do HACCP à FSSC 22000. Por Marco T. Bertolino

Em 2005 foi publicada a ISO 22000 – Sistemas de Gestão da Segurança de Alimentos, uma norma aplicável a qualquer empresa do segmento de alimentos, inclusive insumos e embalagens.
Tinha a ambição de ser compatível e harmonizar um sistema de gestão com base no HACCP, e mais, integrável num SGI com a ISO 9001.
Mas a ISO 22000 não foi um consenso, por não tratar de GMP e MIP.
A solução veio com a FSSC 22000 que integrava a ISO 22000 com a ISO/ TS 22002 que derivou da Norma PAS 220.
Agora no formado da FSSC 22000 existe uma Norma completa e abrangente sobre Food Safety e com uma aceitação Internacional.

APPCC e Gestão de Riscos em Alimentos por Marco T. Bertolino

A ISO 9001 em sua versão 2015 traz uma grande ênfase ao tema gestão de riscos.
Risco pode estar associado a um produto ser entregue fora de especificações acordadas, desrespeitando prazos ou volumes contratuais, ou infringindo a chamada qualidade intrínseca, ou seja, aquela que é esperada para própria segurança do produto em seu uso pretendido.
No segmento de alimentos, o tema é realmente importante e relevante, por isso, quando se pensa em análise de riscos quanto à possibilidade de contaminação dos produtos, o tema já antigo e recorrente, e existe uma ferramenta fundamental, o APPCC.