CPM y PERT: fundamentales en la Gestión de Proyectos por Raúl Sejzer

Para la gestión de proyectos, en particular aquellos de mediana o gran complejidad se suelen utilizar habitualmente dos métodos fundamentales:
la Técnica de Evaluación y Revisión de Programas y
el Método del Camino Crítico o de la Ruta Crítica.
El primero de ellos está orientado a identificar las actividades necesarias para la concreción de un proyecto y los tiempos asociados.

Qualidade em Projetos: indo além do PMBoK por Gregório Suarez

O objetivo deste trabalho é propor um conjunto de processos da Qualidade em Projeto, adaptado à realidade atual, adequadamente estruturado e explícito, que aplique as melhores práticas e considere as restrições normais dos Projetos.
A estrutura recomendada consiste de cinco processos que acontecerão ao longo do projeto, num processo de amadurecimento e consolidação: Aplicação do Sistema de Gestão da Qualidade no Projeto, Gestão das Lições Aprendidas, Identificação e Priorização dos Requisitos do Cliente, Desenvolvimento do Plano de Gerenciamento da Qualidade, Garantia da Qualidade da Gestão do Projeto.

Qualidade no PMBOK: falhas e lacunas por Gregório Suarez

O objetivo desta proposta é inspirar a análise crítica dos processos de Projeto a sugerir a reflexão sobre práticas da Qualidade em Projetos mais estruturadas e explícitas, indo além das recomendações e orientações colocadas no PMBoK.
A Qualidade e a Satisfação do Cliente de qualquer produto são definidas e construídas durante a fase de Projeto, já que após seu lançamento qualquer melhoria importante exigirá investimento significativo.
Entretanto a deficiência na Qualidade é uma das principais causas de fracasso nos Projetos e aí um olhar mais crítico nas práticas recomendadas pelo PMBoK faz-se necessário e mostra diversas lacunas que merecem reflexão.

Visão geral do Gerenciamento de Projetos por Marcelo Justa

O que é um Projeto? “Um projeto é um empreendimento temporário ou uma seqüência de atividades com começo, meio e fim programados, que tem por objetivo fornecer um produto ou serviço singular, dentro de restrições orçamentárias; e seu desempenho é avaliado pela medida em que essas três variáveis críticas de são atendidas.” (Maximiano – Administração de Projetos)

ISO 9001 base para desenvolver Novos Produtos por Marco T. Bertolino

Sua empresa tem uma equipe de pesquisa e desenvolvimento que passa meses ou até anos pesquisando, estudando, fazendo testes para um novo produto.
Então ele é lançado no mercado e funciona como típico jogo de azar, existem 50% de chances de dar certo e outras 50% de chances de dar errado?
Se esta é realidade de sua empresa não se apavore, você está junto com a maioria das empresas no Brasil, pois são poucas aquelas que têm um planejamento razoável e aumentam a assertividade dos lançamentos de seus novos produtos no mercado.
Planejamento é essencial, e a ISO 9001 pode ser um guia excelente para que uma organização possa melhor se organizar e ter produtos lançados que realmente agradem ao consumidor e isto se reflita em venda e crescimento de mercado.